Afirmação Regional

A inter-relação entre cidade e espaço global remete-nos para o nascimento de um conceito e um novo desafio: a projeção internacional das cidades. A afirmação regional e a internacionalização não é hoje uma opção, é um meio de desenvolvimento, é uma incontestável força dinamizadora e sustentadora da economia, é a possibilidade de atrair investimentos exteriores, mercados novos e enquadramento enquanto destino turístico. Passa pela seleção e potencialização de um conjunto de atributos específicos de cada território, cujo reconhecimento permite definir as vantagens competitivas sustentáveis e baseadas em recursos específicos, inimitáveis pelos “concorrentes”.

A competitividade das cidades dependerá também da sua capacidade de inserção e manutenção a longo prazo no mercado global, considerando para tal a sua inserção em redes urbanas. É fundamental que uma cidade e um território se insiram em redes de modo a alcançar uma maior projeção.

Braga será reconhecida pelo impulso que dará aos projectos de afirmação regional seja com municípios vizinhos, unidade territoriais e na componente internacional.

Realizado

O prometido: "Apostar em iniciativas que atraiam a instalação de unidades de investigação internacionais (empresariais e não empresariais), assegurando o fortalecimento ou a criação e clusters na região.

Situação: A Câmara Municipal de Braga, juntamente com a InvestBraga, tem liderado diversos projetos que fortalecem a economia da região. Destacamos o nosso envolvimento da nova unidade de investigação da Bosch, numa parceria com a Universidade do Minho, ou ainda a criação da Startup Nano, uma parceria entre o Município de Braga, Startup Braga, Universidade do Minho e Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia que visa estimular a criação de empresas na área das nanotecnologias.

Realizado

O prometido: A nossa participação será igualmente activa no contexto inter-regional do Eixo Atlântico, estabelecendo parcerias para a dinamização de Braga junto dos parceiros galegos em projectos internacionais que visem interesses comuns.

Situação: Como tem sido reconhecido por todos, Ricardo Rio é neste momento o Presidente e líder incontestado do Eixo Atlântico.

Realizado

O prometido: Braga terá connosco uma Participação de Referência no âmbito do Quadrilátero Urbano.

Situação: O Quadrilátero Urbano, composto por Braga, Guimarães, Vila Nova de Famalicão e Braga, passou estes últimos três anos por dificuldades conhecidas de todos. No entanto, Braga esteve sempre na linha da frente para revitalizar esta importante associação de municípios, estando neste momento da sua presidência rotativa. Os vários projetos desenvolvidos no seu âmbito, seja ao nível da mobilidade, dos transportes ou da cultura, teve sempre o empenho do Município de Braga. De destacar também o excelente relacionamento estabelecido entre os quatro municípios que o integram.

Realizado

O prometido: Encetar esforços para o efectivo investimento dos Governos Português e Espanhol no Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecologia (INL), afirmando o papel estratégico deste equipamento como um dos motores do sistema regional de inovação, investigação e desenvolvimento de toda a região Norte.

Situação: A parceria estabelecida com o INL é hoje uma clara aposta ganha para o Município de Braga, que foi assumido através de um protocolo assinado pelas duas entidades para promoção e implementação de ações no âmbito da nanotecnologia, junto dos agentes económicos da região. Este acordo foi materializado em diversos projetos concretos, como a Startup Nano, o Sensor de Poluição ou ainda em diversos encontros promovidos em conjunto para promover a inovação e o empreendedorismo em Braga

Realizado

O prometido: Estreitaremos os laços com a Euro-Região Galiza/Norte de Portugal em especial nos domínios turístico, cultural e económico.

Situação: Além da excelente relação com todos os Municípios do Eixo Atlântico, hoje presidido por Ricardo Rio, temos aumentado a cooperação com os nossos vizinhos da Galiza, seja através de parcerias culturais, como é o caso do acordo de cooperação com Astorga e Lugo para valorização da nossa herança romana, ou através de iniciativas bilaterais com cidades, como foi o caso da celebração do Dia de Portugal em 2016 em Vigo ou a participação de Braga em atividades de promoção turística, como já foi o caso de Ourense da Corunha, ou ainda na cooperação estratégica que existe neste momento com Santiago de Compostela, devido aos Caminhos de Santiago, em que Braga está ativamente empenhada. Acreditamos que nunca as relações de Braga com a Galiza estiveram tão fortes.

Realizado

O prometido: Reforçaremos o vínculo com toda a Região do Minho e comunidades intermunicipais circundantes, para além da actuação na CIM Cávado.

Situação: As relações do Municipio de Braga com os seus parceiros institucionais da região nunca foram tão positivas, com a criação de sinergias que vão muito mais além da participação em projetos comuns, como a recentemente lançada Ecovia do Cávado, em parceria com outros cinco municípios ou outros projetos estruturantes. Mas também passam por projetos simbólicos como a estafeta Braga-Guimarães, organizada pelos dois municípios ou o festival vaudeville rendez-vous, organizado conjuntamente com Vila Nova de Famalicão e Guimarães

Realizado

O prometido: Seremos voz activa nas temáticas estruturantes da Região Norte na componente das acessibilidades, dos transportes (com especial ênfase para a reivindicação da paragem em NINE do comboio Porto-Vigo) e da distribuição dos financiamentos comunitários.

Situação: Através da Presidência do Eixo Atlântico, a CMB tem tido uma presença eficaz e responsável na defesa dos interesses do Norte de Portugal e da Galiza. Por outro lado, o Presidente tem tido uma presença nos mais importantes fóruns nacionais, sendo hoje considerado uma importante voz do Norte perante o poder central de Lisboa.