Apresentação

Um dos valores mais importantes para os protagonistas democráticos deveria ser a accountability, isto é, a consciência de que a confiança que lhes foi depositada pelos eleitores exige o prestar de contas contínuo, o respeito pelos compromissos assumidos e a total transparência dos seus actos e opções.

Para quem tem estes princípios no código genético da sua actuação pública e política, a assumpção plena das realizações, das diligências e dos obstáculos que surgem no percurso é feita com total naturalidade e é vista como um acto de fortalecimento dos laços de confiança com os cidadãos/eleitores.

Se, como é fácil comprovar, este exercício resulta na demonstração inequívoca da coerência da estratégia, da convicção nos objectivos e da concretização já consumada de parte substancial das propostas, o acto de “prestar contas” transforma-se num motivo de orgulho para todos aqueles que corporizam o projecto.

Barómetro Global de cumprimento

Transformar a análise do cumprimento de um conjunto de compromissos programáticos no decurso de um mandato autárquico não é um exercício de rigor científico. Todavia, a possibilidade de expressão do nível de progresso através da respectiva quantificação e síntese numa percentagem de execução reforça a sua legibilidade por todos os interlocutores externos.

Actualmente o nível de promessas já cumpridas no decurso do presente mandato autárquico é de:

83.06%

Barómetro de cumprimento Por Áreas de Actuação

Do Programa Eleitoral da Coligação “Juntos por Braga” constavam medidas para os primeiros 100 dias de mandato e outras que se repartiam por dez Agendas Temáticas, inerentes a diferentes prioridades. Aqui, pode também consultar o grau de execução sectorial.

100 Dias
85%
Afirmação Regional
100%
Capacitação das Respostas Sociais
95.45%
Cooperação Institucional
100%
Criação de Emprego
66.67%
Dinamização Cultural e Valorização Patrimonial
82.14%
Ética e Transparência na Administração Pública
100%
Inovação Social e Promoção da Cidadania
82.14%
Planeamento, Ordenamento e Regeneração Urbana
65%
Qualidade de Vida e Bem-Estar
76.05%
Qualificação dos Serviços Municipais
95%